fbpx
Escolha uma Página

Você já deve saber da importância de medir o desempenho das suas ações de Marketing para entender o que funciona e o que não dá resultados com o seu público. Porém, pode ser que você ainda não conheça os perigos das métricas de vaidade.

Esses medidores de desempenho podem gerar elogios, tapinhas nas costas e, em alguns casos mais extremos, até mesmo promoções dentro da sua empresa. Mas não são os elementos mais indicados para mensurar e comprar os resultados das ações realizadas.

Para saber de verdade o quão efetivo é o seu plano de marketing, você precisa fugir dessas métricas e utilizar outras mais apropriadas. Quer saber como fazer isso? Continue lendo!

O que são as métricas de vaidade no Marketing Digital?

Para quem trabalha com Marketing, pode fazer bem ao ego ver o resultado dos seus esforços sendo traduzidos em milhares de curtidas, muitos comentários e uma quantidade enorme de visualizações ou visitas.

É bom ter esse reconhecimento positivo, certo? Sim, claro que é bom. O problema é que esse tipo de conquista pode não estar ligado ao objetivo principal do plano de marketing planejado.

Assim, os indicadores de desempenho positivos, que não estão conectados com o objetivo principal da estratégia de Marketing  são chamados de métricas da vaidade. Fazem bem ao ego, mas não são muito úteis.

Normalmente esses indicadores são utilizados para avaliar o alcance de uma publicação nas redes sociais ou audiência do blog/site de uma empresa, mas não transmitem muitas informações sobre a eficiência da estratégia de Marketing realizada.

Quer saber por que é um problema utilizar só métricas de vaidade na hora de avaliar o seu trabalho? Continue a leitura!

Por que não utilizar essas métricas na avaliação de resultados?

Quando fazemos a avaliação do desempenho de uma ação ou estratégia de marketing, precisamos usar métricas que traduzam de maneira apropriada os resultados obtidos pelo trabalho realizado.

Afinal, ter um milhão de curtidas em um post não significa nada se essa audiência não se converter em vendas ou oportunidades de negócios para a empresa.

Ao dar especial atenção para métricas de vaidade, você corre o risco de não obter um panorama fiel dos resultados obtidos pela sua estratégia de marketing. Além disso, pode acabar mascarando problemas na sua ação e não saber a melhor maneira de entregar os resultados que a diretoria busca, que é um faturamento maior.

Portanto, o mais indicado é focar a análise de desempenho das suas ações de marketing em métricas que são mais indicadas para esse trabalho e que possam traduzir melhor o funcionamento do seu plano. E quais métricas são essas? Confira abaixo!

Quais métricas conseguem mensurar resultados apropriadamente?

Se indicadores como curtidas, seguidores, compartilhamentos ou visualizações não ajudam a medir o desempenho de uma ação de marketing apropriadamente, quais métricas fazem esse trabalho? Veja nossa lista abaixo:

ROI

O Retorno Sobre Investimento é uma métrica que diz quanto a empresa recebeu a partir de cada real investido na sua ação de marketing.

Normalmente, essa métrica é apresentada em reais (R$2 para cada R$1 investido) ou em porcentagem (100% de ROI) e o seu cálculo é muito simples. Basta utilizar essa fórmula:

ROI = (Faturamento – Investimento) / Investimento

Por “Faturamento” entendemos toda a receita obtida através da estratégia de marketing realizada. Já o “Investimento” inclui a somatória de todos os valores gastos para a empresa para fazer essa ação (até mesmo os custos de produção dos itens vendidos).

Quer descobrir como calcular o ROI na prática? Vamos ver um exemplo!

Imagine que sua empresa separou um orçamento de R$ 5.000 no Google AdWords para vender alguns produtos. Ao todo, foram comercializados cerca de 500 produtos no valor de R$ 100 e com custo de produção de R$ 25. Qual foi o ROI?

Nesse caso, temos:

  • faturamento = 500 x 100 = R$ 50.000;
  • investimento = 5.000 + (500 x 25) = R$ 17.500.

Portanto, nosso ROI é o seguinte:

ROI = (50.000 – 17.500) / 17.500;

ROI = 185% ou R$ 1,85 de lucro para cada real investido na ação.

Com esse valor, você pode entender melhor quão eficiente é a sua estratégia de marketing e ainda comparar ações através de Testes A/B.

Taxa de Rejeição

Como o nome já indica, a Taxa de Rejeição é uma métrica que diz qual a porcentagem de pessoas rejeitou a sua ação ou post na Internet.

Normalmente, esse indicador é utilizado pelo Google, Facebook e outras plataformas para mensurar o desempenho de algum conteúdo (pode ser um anúncio ou post) com o público. Se alguém clicar para ver esse material e sair logo depois, então conta como uma “rejeição”.

Essa métrica é útil como um indicador da qualidade do seu anúncio ou conteúdo criado na sua estratégia de marketing. Uma taxa de rejeição alta (acima dos 40% por exemplo) é sinal de que seu material requer mudanças, por exemplo.

Taxa de Conversão

Quando uma pessoa vê o seu material na Internet e resolve realizar o chamado para ação que você planejou (comprar um produto, seguir sua página no Facebook ou assinar uma newsletter), significa que ela “converteu” na sua estratégia.

A Taxa de Conversão mede a porcentagem de pessoas que convertem na sua estratégia de marketing. Quanto maior a taxa, melhor para a sua ação; enquanto um valor baixo aqui significa que sua ação não está funcionando como deveria.

Por isso é importante ficar de olho na Taxa de Conversão e otimizar sua estratégia para aumentá-la sempre que possível.

CAC (Custo de Aquisição de Cliente)

Uma outra métrica financeira muito importante para analisar o desempenho do seu plano de marketing é o CAC, ou Custo de Aquisição de Cliente.

Esse indicador mede o custo médio de cada cliente convertido dentro da sua estratégia. Em outras palavras, é o valor que sua empresa pagou para conquistar cada consumidor.

A fórmula para chegar nessa métrica é simples:

CAC = Investimento / Nº de clientes

Vamos ver um exemplo de como o CAC funciona. Imagine que sua empresa investiu cerca de R$ 30.000 em uma estratégia de gerenciamento de redes sociais.

Durante o período dessa ação, 3.500 pessoas foram direcionadas pelo Facebook ou Twitter para se tornarem clientes da sua companhia. Qual o CAC nesse caso?  Veja:

CAC = 30.000 / 3.500;

CAC = aproximadamente R$ 8,57.

Isso significa que cada cliente adquirido nessa ação custou R$ 8,57 para a empresa. Cruzando esse dado com o ticket médio desses consumidores, dá para ter uma noção do quão lucrativa foi a estratégia.

Como deu para ver, existem outros indicadores que são mais apropriados para medir o desempenho das suas ações de marketing do que as métricas de vaidade.

Se você quer saber mais sobre a melhor maneira de mensurar os resultados do seu trabalho, confira nosso artigo especial sobre o ROI nas campanhas de marketing digital.

Share This