fbpx
Escolha uma Página

No competitivo mercado atual, algumas habilidades estão se destacando em relação às outras. É o caso da criatividade e inovação, que têm sido buscadas constantemente junto às novas contratações das empresas.

Muito se fala sobre essas palavras, mas o problema encontrado na prática é inserir esses dois conceitos nos processos diários de uma empresa em pleno funcionamento.

Para ajudar você a entender melhor como se dá o processo de transformação por meio da criatividade e inovação em uma empresa, criamos este pequeno post. Boa leitura!

Criatividade e inovação

Essencial para as empresas que buscam se destacar no mercado, criar um ambiente criativo e inovador não é uma tarefa fácil. Mas, antes mesmo de falar sobre como desenvolver e implantar essa realidade em sua empresa, temos de conceituar o assunto.

Quando repetimos um termo muitas vezes — sabemos que você deve ouvir as palavras criatividade e inovação todos os dias —, ele acaba por perder o sentido e se tornar vazio. Por isso, é sempre bom relembrar do que ele se trata e onde se aplica.

Criatividade e inovação podem ser traduzidas como esforços na criação e implantação de ideias, que possam sustentar a competitividade ao serem aplicadas em uma empresa, organização ou até mesmo um país que deseja se manter na vanguarda do mercado.

Para isso, deverá investir em novas tecnologias, práticas e técnicas criativas e inovadoras, de modo a melhorar seus processos internos e obter, por meio delas, a maximização de seus resultados.

5 dicas para implantar um ambiente de criatividade e inovação

Bom, agora que você já relembrou do que se trata a criatividade e inovação no âmbito das empresas e demais organizações, é hora de buscarmos dicas práticas para colocá-las em funcionamento no seu negócio.

Reunimos 5 maneiras que podem ser utilizadas de forma simples e rápida em sua empresa, para que se estimule a formação de um ambiente criativo e inovador entre os colaboradores.

1. Ouça seus colaboradores

Conversar e conversar: essa é uma das chaves para a criatividade e inovação dentro das empresas. Mesmo que você seja um gestor proativo e esteja sempre por dentro de tudo o que está acontecendo na empresa, os colaboradores sempre terão uma visão diferente.

Afinal, eles estão na ponta do combate todos os dias, visualizando o que funciona e o que não está funcionando. Ou seja, um colaborador sempre tem opiniões e ideias que podem contribuir para o trabalho.

O desafio é que, muitas vezes, não existe um canal de comunicação pelo qual ele possa se expressar, ou ele não tem o costume de exteriorizar o que pensa. Uma dica é realizar reuniões com espaço para que todos possam expressar as suas ideias como sugestões de inovação na empresa.

Para os colaboradores mais tímidos, pode-se criar um conjunto de recompensas baseado em reconhecimento, para que eles possam sentir-se confortáveis para compartilhar suas ideias.

Este é o primeiro passo para a criação de uma cultura de inovação dentro de uma empresa: estimular o costume de dar sugestões e repensar a forma como o trabalho está sendo feito.

2. Busque saber o que os clientes pensam

Você já parou para pensar o que os clientes estão pensando sobre a sua empresa? Como eles descrevem o seu trabalho e o de sua equipe? Eles podem ver você como algo diferenciado, ou como mais do mesmo: apenas mais um player no mercado.

Uma das formas de encontrar soluções inovadoras é, antes de tudo, procurar pelos problemas. Muitas empresas buscam aplicar novas tecnologias em áreas em que seus processos atuais funcionam de forma excelente. Esse é um erro muito comum, fruto da falta de uma assessoria especializada.

Os gestores acabam escolhendo ferramentas que estão fazendo sucesso no mercado, e não porque a empresa precisa dessas soluções para avançar.

Ao ouvir o seu cliente, você poderá identificar quais são os pontos fortes e fracos da companhia. Assim, reunindo todas as fraquezas, já é possível buscar por soluções inovadoras e criativas que possam suprir essa demanda.

A satisfação dos clientes também cresce e o reconhecimento de sua empresa no mercado aumenta conforme você e sua equipe buscam ouvir as queixas e demandas dos clientes por meio de suas opiniões.

3. Crie uma cultura de inovação

Quando falamos em inovação e criatividade, um dos grandes equívocos é pensar que elas estariam ligadas apenas à tecnologia. Sendo assim, os únicos colaboradores que poderiam contribuir com um ambiente inovador seriam os membros do time de TI.

No entanto, essa é uma afirmação errônea. Criatividade e inovação podem sim ser estimuladas por meio da implantação de novas tecnologias, mas elas não se resumem a isso.

Um dos primeiros passos para alcançar uma cultura inovativa e centrada na criatividade é mostrar aos colaboradores que todos — desde o estagiário até o diretor da empresa — podem contribuir com ideias e suas opiniões devem ser levadas em consideração.

Para alcançar essa visão, pode-se criar um sistema de reconhecimento, no qual os colaboradores possam ser reconhecidos por todas as contribuições que fizeram e fazem para o crescimento da empresa.

Esse tipo de estímulo faz com que todos os membros da equipe tenham vontade de participar e contribuir para melhorar os processos da empresa, criando assim um ambiente inovador e criativo.

4. Esteja sempre atualizado

Falamos anteriormente que apenas copiar aquilo que as outras empresas estão fazendo não é inovar. No entanto, é necessário estar atualizado acerca de todos os movimentos de seus concorrentes e outros players do mercado.

Isso porque, muitas vezes, as soluções que eles adotam podem não servir para você e as demandas de seu time. Por outro lado, algumas ferramentas e práticas podem cair como uma luva.

Por conta disso, é sempre bom estar de olho no mercado, visualizando todas as novas oportunidades de melhorar seus processos internos e acabar com os gargalos dentro da empresa.

Qualquer negócio que não se adapte ao mercado rapidamente — conforme surgem novas exigências — acaba por ser engolido por seus concorrentes. Portanto, esteja sempre atento a tudo de novo que surja para verificar se pode ser implantado em sua empresa.

5. Seja um gestor humilde

Nossa última dica para criar um ambiente criativo e inovador dentro de uma empresa é exclusivamente para você, gestor: seja humilde.

Existe um ditado que diz: “Ninguém é tão bobo que não tenha o que ensinar e ninguém é tão sábio que não tenha o que aprender.” Leve esse jargão popular para a sua gestão.

Lembre-se de que qualquer ideia — por menor que seja e mesmo quando é entregue por qualquer um dos funcionários da empresa — tem valor.

Pode não fazer uma grande diferença dentro dos processos, porém, fará para o colaborador e para a cultura de criatividade e inovação interna.

Gostou dessas dicas? Fique por dentro de novos conteúdos incríveis como este! Siga-nos agora mesmo em nossas redes sociais: FacebookInstagramTwitterLinkedIn e YouTube!

Share This