fbpx
Escolha uma Página

Comunicar-se é estar em contato direto, receber e fornecer informações. No mundo dos negócios, todo contato com o consumidor é uma forma de comunicação que, quando bem realizada, ajuda a vender mais e melhor. Ao mesmo tempo, uma comunicação desastrosa pode afetar negativamente a empresa. Por isso, tomar cuidados e ter um plano de comunicação assertivo é um caminho seguro e com maiores vantagens.

Afinal, quando uma empresa conta com um planejamento comunicacional de várias frentes, garante maior suporte à equipe de vendas, que saberá como agir com segurança quando estiver em atendimento. Além disso, a comunicação interna da própria empresa também garante melhores resultados na produtividade e engajamento entre os colaboradores.

Ou seja, a comunicação é uma parte essencial do processo de vendas. Confira, na continuidade de nosso artigo, como elaborar um plano de comunicação que ajude a conseguir melhores resultados.

Análise de mercado através das personas

O primeiro passo para uma comunicação eficiente é conhecer o mercado. Isso implica em uma análise da própria marca, pesquisa de marketing do perfil de consumidor e da concorrência. A partir desses dados, é possível começar a se pensar na persona da marca (que incorpora a voz da marca), as buyers personas, (para quem se dirige a comunicação) e quais os potenciais ruídos causados por outras empresas.

A persona da marca, nesse caso, é a pessoa fictícia que fala pela marca com o público. Ela é elaborada a partir dos dados das pesquisas e representa a voz que a empresa quer imprimir na sua presença digital e também como a equipe de vendas deve se portar frente ao potencial cliente, definindo pra isso um discurso de vendas, ferramenta elaborada pela Mercatto para ajudar a equipe a ser mais assertiva em suas vendas.

A buyer persona é uma das grandes formas de estratégia de comunicação de marketing e se baseia em criar uma pessoa fictícia que incorpore o consumidor ideal da marca, com informações como idade, gênero, profissão, interesses, relações afetivas e familiares, problemas e outros. Assim, a empresa sabe melhor como se comunicar com seus clientes e consegue vender mais e melhor!

Ser e parecer

Outra análise importante de ser feita é a forma como a marca é vista pelo público, em uma avaliação que chamamos de “ser e parecer”. Afinal, a percepção do consumidor diz muito sobre o processo comunicativo empresarial. Marcas desconhecidas ou com má reputação precisam investir muito em mudar a forma como são vistas, enquanto marcas com alta visibilidade e boa reputação devem estar atentas a manter e investir no crescimento dessa relação.

Conhecer como o público percebe a empresa pode dar excelentes insights sobre como se dá o processo comunicativo, o que está sendo feito de correto e o que pode ser melhorado. Isso inclui não só a comunicação direta de atendimento, mas toda a forma de percepção, como a identidade visual, a presença online, os meios de comunicação e o grau de confiança que a marca tem no mercado. Tudo isso se apresenta dentro da comunicação.

Comunicação interna

Como brevemente dito, a comunicação interna entre a equipe de vendas, o suporte de marketing e demais colaboradores também influencia diretamente na produtividade e engajamento e garante uma melhor gestão empresarial. Marcas que se preocupam com o endomarketing e com a retenção de talentos têm equipes mais dispostas a fazer um bom trabalho e que se dedicam mais à empresa.

Assim sendo, gerar essa confiança interna também é trabalho da comunicação, visto que a transparência é uma das principais formas de conseguir gerar essa fidelização. Investir na comunicação interna e endomarketing pode trazer excelentes resultados para sua empresa ajudando a vender mais e melhor.

Comece agora mesmo a planejar sua comunicação com uma assessoria especializada. Entre em contato conosco!

Share This